Apresentação

Inaugurada em 17 de junho de 1971, a Casa Amarela Eusélio Oliveira (CAEO) é um equipamento cultural da Universidade Federal do Ceará (UFC) vinculado à Secretaria de Cultura Artística (Secult Arte/UFC). O equipamento, localizado no Campus do Benfica, conta com sala de cinema (Cine Benjamin Abrahão), salas de aula e ilha de edição, além do Núcleo de Cinema de Animação (NUCA).

Desde sua fundação, a CAEO oferece cursos nas áreas de fotografia, de cinema e de cinema de animação, demonstrando uma preocupação com a formação de entusiastas e profissionais que, em 2021, completa 50 anos de história. Em média, 300 pessoas concluem os cursos da Casa Amarela Eusélio Oliveira todos os anos, incluindo nomes importantes para as artes visuais cearenses – como Glauber Filho, Delfina Rocha, Gentil Barreira, Michelline Helena, Tiago Santana, Tibico Brasil, entre outros.

A CAEO também conta com o Núcleo de Cinema de Animação (NUCA), fundado em 1986, a partir de um convênio com o governo canadense, e instalado na Casa Amarela Eusélio Oliveira desde 1993. Nesses anos, o NUCA fez parte do crescimento da linguagem de animação, tanto pela formação de profissionais quanto pelas sucessivas indicações em festivais de cinema e de animação.

Comprometida também com a difusão da produção audiovisual local e nacional, a CAEO apoia institucionalmente, há 30 anos, o Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema. O que começou como um evento local idealizado pelo saudoso professor e cineasta Eusélio Oliveira em 1991, a Vídeo Mostra Fortaleza, ultrapassou fronteiras e hoje o Cine Ceará se coloca como uma experiência consolidada e reconhecida nacional e internacionalmente, sendo um dos principais festivais de cinema do Brasil.