CASA AMARELA APOIA CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO

Data de publicação : 15/01/2020
01-dsc04253

 

A Casa Amarela Eusélio Oliveira (CAEO) é um berço da animação no Brasil. Grandes animadores fazem parte da história da casa – nomes como Mariana Medina, Telmo Carvalho, Diego Akel, Levi Magalhães, Clayton Bochecha e Bárbara Cabeça. Lá, o Núcleo de Cinema de Animação (NUCA) mantém, há mais de trinta anos, a forte tradição de apoiar os profissionais da animação cearense. E, até hoje, quem entra na sala da truca* da CAEO pode notar que essa tradição continua viva.

Grudados nas paredes escuras, os storyboards** denunciam a nova empreitada. Varando horas, dias, meses, em um silêncio sagrado, Jeferson Hamaguchi, animador cearense, acompanhado do mestre da animação Josimário Façanha, realiza a pintura, quadro a quadro, da mais nova produção desenvolvida em parceria com a CAEO, o curta-metragem “Água de Pote”. O filme, que não segue um roteiro narrativo clássico, mostra a menina Alice, que tem seu fluxo da vida relacionado com o ciclo da água. Segundo Jeferson, o trabalho, além de discutir sobre o tema, é uma oportunidade para refletir sobre si mesmo e sobre o fluir da vida, demonstrando a postura zen do artista não só em seu método de trabalho, mas também na forma como encara o tema do projeto.

Formado no Curso Cinema de Animação da Casa Amarela Eusélio Oliveira, Jeferson tem os animadores Caroline Leaf e Aleksandr Petrov como referências na técnica de animação que utiliza: a pintura em vidro. Antes do curso, Jeferson já havia tido outras experiências, mas, segundo o artista, o curso lhe forneceu novas ferramentas estéticas e lhe trouxe a possibilidade de experimentar e aprimorar tal técnica, que já havia sido utilizada por ele no seu trabalho anterior, “Fátima”, 3º lugar no concurso “Água em Movimento” do Festival Internacional de Animação do Brasil – ANIMA MUNDI.

Seu atual trabalho, “Água de Pote”, está previsto para ser lançado no primeiro semestre de 2020 e tem o patrocínio do Governo do Estado do Ceará, através de lei de incentivo à cultura, tendo sido contemplado no XIII Edital Ceará Cinema e Vídeo. O artista afirma ainda que, além da estrutura da Casa Amarela Eusélio Oliveira, ele tem ao seu lado um companheiro de trabalho que é fundamental: o animador Josimário Façanha, professor do Curso Cinema de Animação da CAEO. Jeferson não só agradece pela presença do companheiro, como também cita o aprendizado inestimável, fruto do contato com esse artista, um dos muitos que, assim como Jeferson, contribuíram e contribuem para um cenário sempre vivo e profícuo da animação cearense.

*Equipamento de captação de animação tradicional.
**Série de ilustrações sequenciais que permitem a pré-visualização de um filme.

Texto e Fotos: Vinícius Alves
Revisão e Edição: Wagner Nogueira

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn